Hobby Boss - Mitsubishi Zero Fighter Type 52 - 1/72

Código: HOB80241 Marca:
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

O Mitsubishi A6M Zero foi o principal caça da Marinha Imperial Japonesa durante toda a Segunda Guerra Mundial. Ganhou reputação de invencível no início da participação japonesa no conflito, com a sua manobrabilidade, alcance e razão de subida inigualáveis por qualquer caça ocidental, tanto de terra quanto embarcado. Foi também o avião usado tanto por Hiroyoshi Nishizawa o maior piloto japonês da guerra, quanto por Saburo Sakai, o maior ás japonês que sobreviveu ao conflito. Tinha um defeito fundamental: para que pudesse ter a leveza e o poder de manobra que tinha, era privado de blindagem em relação à cabine do piloto e ao tanque de combustível, o que a exemplo de outros aviões de guerra japoneses do início do conflito, o tornava extremamente vulnerável ao fogo inimigo, bastava por vezes dar poucos tiros de bala incendiária na barriga do avião para o destruir ou então na fuselagem, muitos pilotos aliados reconheciam que bastava poucos tiros para destruir o frágil Zero. Esta vulnerabilidade era típica desses vários modelos de aviões de combate japoneses, já que a Marinha Imperial Japonesa preferia que um avião tivesse uma boa manobrabilidade do que segurança, resultando assim na morte de muitos tripulantes que, ao longo do conflito, fizeram falta pela sua quantidade e experiência em momentos críticos para o Japão. Embora insuperável no combate individual, os aliados ainda em 1942 desenvolveram táticas de combate aéreo em grupo que logo começaram a anular tal vantagem. E assim que modelos aliados equivalentes ou mais aperfeiçoados começaram a entrar em serviço ao final de 1943, foi superado pelo famoso F6F Hellcat, sendo porém mantido como principal caça nipônico na linha de frente por falta de uma política industrial que produzisse em grande escala algum de seus substitutos que já estavam disponíveis em meados de 1944, como entre outros o Kawanishi N1K ou Shiden (também apelidado pelos pilotos ocidentais de "George"). O Zero foi muito famoso também por ter sido o principal avião utilizado pelos Kamikazes, sendo considerado ainda hoje uma obra incrível de engenharia que marcou o início da tecnologia de alta precisão japonesa. Criado por Jiro Horikoshi. Os caças Zero da série M2, operaram em 1940-41, no bombardeio japonês à China e em Pearl Harbor. No ataque a Pearl Harbor, existiam 420 Zeros em atividade no Pacífico. Estima-se que durante a Segunda Guerra Mundial, os Zeros destruíram 1.550 aeronaves americanas. O Mitsubishi A5M entrou em em serviço no início de 1937, quando a Marinha Imperial Japonesa começou a tentar arranjar uma eventual substituição. Em Maio, eles emitiram especificações para um novo caça com base em porta-aviões, enviando-as para Nakajima e Mitsubishi. Ambas as empresas começaram a trabalhar no projeto preliminar enquanto esperavam exigências mais definitivas sejam enviadas em poucos meses. Com base nas experiências do A5M na China, a Marinha Imperial Japonesa enviado requisitos atualizados em Outubro, exigindo uma velocidade de 600 km/h e uma subida de 3.000 m em 3,5 min. Com tanques de combustível exteriores, eles queriam uma resistência de duas horas a energia normal, ou seis a oito horas à velocidade de cruzeiro econômica. O armamento era composto por dois canhões Type 99-1 de 20 mm, duas metralhadoras Type 97 de 7,7 mm e duas bombas de 30 kg ou 60 kg. Um conjunto completo de rádio era para ser montado em todas as aeronaves, juntamente com um localizador de direção de rádio para a navegação de longo alcance. A manobrabilidade era para ser pelo menos igual à do A5M, enquanto a envergadura teve que ser inferior a 12 metros para permitir a utilização de um porta-aviões. Tudo isso era para ser alcançado com motores disponíveis, uma limitação de design significativo. O motor do Zero raramente atingia cerca de 1.000 cavalos em qualquer das suas variantes. A Nakajima considerou os novos requisitos inatingíveis e saiu da competição em Janeiro. O designer-chefe da Mitsubishi, Jiro Horikoshi, pensou que os requisitos poderiam ser cumpridos, mas apenas se a aeronave poderia ser feita o mais leve possível. Cada possível medida de redução de peso foi incorporado no projeto. A maioria dos aviões foram construídos de uma nova liga de alumínio ultra-secreta Type 7075 desenvolvida pela Sumitomo Metal Industries em 1936. Chamado de extra super duralumínio (ESD), era mais leve e mais forte do que outras ligas (como a Type 24S) usado no momento, porém eram mais frágeis e propensas à corrosão, todos os Zeros eram revestidos com uma material de anticorrosão após a fabricação. Blindagem não foi fornecida ao piloto, motor ou outros pontos críticos da aeronave, e tanques de combustível auto-selantes, que estavam-se tornando comum na época. Isso fez com que o Zero fosse mais manobrável, e tivesse um grande alcance em relação a qualquer aeronave na altura, era capaz de procurar um inimigo centenas de quilômetros, trazendo-os para a batalha, em seguida, retornar centenas de quilômetros de volta para a sua base ou porta-aviões. No entanto, a redução de peso e de construção também deixou propenso-os a pegar fogo e explodir quando atingido por metralhadoras inimigas. Com seu layout monoplano de asa baixa, todo o conjunto de trem de pouso retrátil e cockpit fechado, o Zero era um dos aviões mais modernos do mundo, no momento da sua introdução. Ele tinha uma asa com bastante área de elevação, baixa velocidade e com uma carga de asa muito baixa. Isto, combinado com o seu peso leve, resultou em uma velocidade muito abaixo dos 60 kN (110 km/h). Esta foi a principal razão para a sua capacidade de manobra fenomenal, permitindo que ele estivesse em vantagem sob qualquer piloto aliado do tempo.

Modelo Estático destinado a Hobby - NÃO TEM VALOR DE BRINQUEDO
Produto destinado a colecionadores com mais de 14 (quatorze) anos.
Kit para montar e pintar - NÃO CONTÉM COLA NEM TINTAS
Imagem meramente ilustrativa da aplicação do produto. A aparência final e características dependerão de como ele será utilizado pelo usuário.

Produtos relacionados

Sobre a loja

A Hobby Trade Center está há mais de 25 anos no mercado de modelismo,comercializando kits plásticos para montar, miniaturas em metal (die cast),trens elétricos, brinquedos educativos, quebra cabeças em 3D entre outros produtos.. Em nossa empresa você irá encontrar a mais variada gama de produtos do ramo, um execelente atendimento, sempre com qualidade e agilidade!

Social
Pague com
  • Pagar.me V2
Selos

HTC COMÉRCIO DE MODELISMO LTDA - CNPJ: 96.601.257/0001-78 © Todos os direitos reservados. 2021


Para continuar, informe seu e-mail